Não vi a luta entre Floyd Mayweather Jr. e Conor McGregor, mas aposto que os acontecimentos se desenrolaram exatamente desta forma (e se não foi assim, deveria ter sido).

Apresentação

Floyd Mayweather Jr. chega vestindo o seu tradicional roupão feito com notas de cem dólares. Conor McGregor pergunta o que são essas coisas acolchoadas e porque precisa usar elas nas mãos enquanto Floyd sobe no ringue com o elevador que mandou instalar especialmente para a ocasião.

Round 1

Os dois ficam se estudando e arriscam alguns golpes tímidos. A verdadeira luta ocorre fora do palco, onde o público tenta decidir qual dos dois é o menos babaca e, portanto, digno de torcida.

Round 2

Floyd consegue desferir um golpe limpo no rosto de McGregor, que retribui tentando acertar o adversário com um sonoro palavrão, mas erra porque tem um sotaque irlandês quase ininteligível. O juiz é obrigado a interromper quando Floyd recebe um telefonema do INSS questionando sua aposentadoria.

Round 3

O gongo marcando o início do round soa um pouco antes do combinado, obrigando McGregor a entrar no ringue com sua nova tatuagem pela metade. Floyd consegue jogar ele contra as cordas, mas, sendo irlandês, McGregor está acostumado a andar semiconsciente e apoiado em alguma coisa, então acaba acertando bons golpes.

Round 4

A defesa de Floyd é quase insuperável, mas McGregor aproveita o espaço de um milissegundo deixado pelo adversário ao postar uma foto no Instagram e desfere um poderoso jab no rosto dele.

Round 5

Após limpar o sangue do nariz com um lençol de algodão egípcio 1500 fios, Floyd volta para a luta renovado. Os dois se movimentam mais, procurando espaços para atacar, mas o luminoso da Bud Light com 1 metro de largura posicionado no centro do ringue dificulta tudo.

Intervalo

Performance musical com a superestrela Miley Cyrus cantando seus sucessos vestida de luva de boxe (que, de alguma forma, um designer transformou em um biquíni).

Round 6

Floyd acerta um belo gancho de direita e McGregor fica irritado quando o diretor da transmissão televisiva pede que repitam a cena para capturar o momento com a câmera em um ângulo melhor. A questão é levada para o juiz, que prontamente valida a gravação de mais um take, dizendo que takes são parte da tradição do boxe, e volta a ler o jornal.

Round 7

Floyd e McGregor precisam momentaneamente unir forças para lutar contra o vilão do próximo filme dos Vingadores, Thanos (criado digitalmente: os boxeadores dão golpes apenas em um sujeito vestindo roupa de captura de movimento). O locutor lembra a todos que, no dia seguinte, o Premiére vai transmitir a reprise da luta e, na sequência, Coritiba contra Vitória.

Round 8

Finalmente o clímax anunciado em todas as campanhas publicitárias: Floyd e McGregor ficam parados e se encarando a uma língua de distância durante três minutos.

Round 9

É o round onde fica bem claro que Floyd é um boxeador e McGregor é um lutador de MMA que manja sim de boxe, mas não é especialista na área, ou seja, McGregor acredita que ter algumas qualidades relacionadas ao boxe permite que ele atue como boxeador, ou seja, McGregor nada mais é do que um volante improvisado na lateral direita. Cujo trabalho é marcar o Messi.

Round 10

Floyd acerta diversos golpes que são fortes, mas não fortes o suficiente para impedir McGregor de aproveitar o resto da noite em Las Vegas, e vence por nocaute técnico. Floyd imediatamente compra o ringue e instala rodas nele para ter como transportar o dinheiro da luta até a sua casa. McGregor sai de cena abatido e todo mundo tira sarro dele por ter apanhado para um velhote de quarenta anos. O público, frustrado com a diferença abismal entre o valor pago e o produto entregue, começa a protestar, mas deixa o cassino rapidamente quando a organização do evento ameaça chamar Miley Cyrus de volta.